Untitled Document
   

BLOG

Feeds RSS

Facebook

Tweeter Canal SINAERJ Youtube

Google+   Versão SINAERJ Mobile Tradutor Online English Version
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
 
 
 
 
 
 
SINDICALIZE-SE!
Juntos somos mais fortes!
- ADMINISTRADOR
- ESTUDANTE
Clique acima e preencha sua ficha.
 
JORNAL IMPRESSO
Ano 10 - nº 42<BR> Set e Out de 2016
Ano 10 - nº 42
Set e Out de 2016
Edições anteriores
JORNAL VIRTUAL
Ano 2 - nº 4<BR> Ago e Set de 2017
Ano 2 - nº 4
Ago e Set de 2017
Edições anteriores
 
INFORMATIVO
Ano III - nº 216
Julho 2017
Edições anteriores
REVISTA
Ano IV - Edição 2<br>Virtual 2017
Ano IV - Edição 2
Virtual 2017
Edições anteriores
 
 
          SELO ANUAL
52 anos<br />9 de setembro de 2017
52 anos
9 de setembro de 2017
Edições anteriores
SINAERJ - 39 ANOS
SINAERJ - 37 Anos
          SELO ANUAL
47 anos
9 de setembro de 2012
SELO ANUAL
52 anos<br />9 de setembro de 2017
52 anos
9 de setembro de 2017
Edições anteriores
SELO ANUAL
47 anos
9 de setembro de 2012
 
SINAERJ - 37 ANOS
SINAERJ - 37 Anos
 
Faça seu recadastramento online!
Mantenha sempre seus dados atualizados para que possamos enviar nossos informativos.
 
 Informativos Eletrônicos SINAERJ
Cadastre-se gratuitamente para receber nossos informativos eletrônicos e mantermos atualizado.
 
 
 
 
 
 

  Encaminhar      Impressão      RSS   

Patrick Martins Barbosa (Estudante) -

Venda de Status Virtual: Os eventuais
riscos por estar conectado



Com a chegada da internet, a partir de 1990, e com um aumento considerável no número de internautas, foi sentida a necessidade da criação de uma ferramenta de comunicação mais abrangente e que permitisse uma ampliação nos meios de relacionamentos. Nasciam, então, as primeiras redes sociais.

Com o propósito de realizar um reencontro entre os amigos de faculdade, escola, etc., o “ClassMates” surgiu em meados de 1995 quando figurou como a primeira rede social na internet. Isto é, levou para o meio online, os laços sociais que haviam sido criados no ambiente real.

Com um enorme sucesso no Canadá e Estados Unidos, o “ClassMates” encontrou uma ótima oportunidade de lucro. Assim, passou a oferecer um modelo de serviço pago, no qual garantia ao usuário ferramentas exclusivas e a ideia de status, por pertencer a este grupo seleto de usuários pagantes. Tínhamos, então, um dos primeiros e mais abrangente registro de modelo de status virtual vendido pela indústria.

A propagação desse modelo se dá pelo fato de o ser humano estar sempre em busca de aceitação pessoal, semelhança e diferenciação. Um ato desesperado de suprir sua ânsia de amor e definição de si pelo olhar do outro. Aos incluídos desses grupos diferenciados, gera-se a ilusão de que essas necessidades iniciais serão supridas. Porém, estes adquirem somente o beneficio social, que é o sentimento de pertencimento ao grupo. Já aos excluídos existem as desqualificações da identidade, diversos tipos de cyberbullying e as punições vindas dos integrantes dos grupos seletos.

Geralmente, os principais atingidos são os adolescentes e pré-adolescentes, que comumente, já se encontram afetados por distúrbios psicológicos devido a diversas alterações hormonais. Estes se tornam os principais alvos das grandes mídias sociais, que obtêm sua maior parte de receitas através da venda itens virtuais.

O grande problema deste tipo de venda está na ilusão associada à compra que é imposta pelas redes sociais. Os principais afetados por essas ilusões nunca são os responsáveis pelos usuários, os quais, movidos pela culpa da ausência moderna, cedem às exigências mais absurdas e concordam com ideias que contrariam seus princípios.

Deve-se haver maior discussão do assunto entre os jovens sobre as possibilidades de arrependimento, pois, em alguns casos, as compras de itens virtuais se tornam irreversíveis.

Um estudo recente feito por uma comunidade virtual à mesma informou que os usuários abandonam o “jogo” após os 17 anos, e todos os bens virtuais são abandonados também nesse mundo de pixels. O fato ao qual o usuário deve se atentar é sobre as eventuais estratégias utilizadas pelas redes na venda de seus produtos. E mesmo se a rede social não oferecer um produto específico, é porque o produto é você.

Autor: Patrick Martins Barbosa, 19 anos, graduando em Administração de Empresas pela Faculdade Mackenzie Rio.




 
 
 
Untitled Document
ENDEREÇO
Av. 13 de Maio, 13 - 8º andar
Centro, Rio de Janeiro / RJ
CEP: 20031-901

Tels.: 21 2262-3090 / 2532-2387
2533-9847 / 2262-3760

Copyright © 2012-2015.
SINAERJ - Sindicato dos Administradores no Estado do Rio de Janeiro.
Todos os direitos reservados.
   HOME   |   RECOMENDE-NOS   |   CONTATO     
 
Assessoria de Comunicação   Projeto & Desenvolvimento
AZIMUTT Business Intelligence Model