Untitled Document
   

BLOG

Feeds RSS

Facebook

Tweeter Canal SINAERJ Youtube

Google+   Versão SINAERJ Mobile Tradutor Online English Version
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
 
 
 
 
 
 
SINDICALIZE-SE!
Juntos somos mais fortes!
- ADMINISTRADOR
- ESTUDANTE
Clique acima e preencha sua ficha.
 
JORNAL IMPRESSO
Ano 10 - nº 42<BR> Set e Out de 2016
Ano 10 - nº 42
Set e Out de 2016
Edições anteriores
JORNAL VIRTUAL
Ano 2 - nº 5<BR> Out e Nov de 2017
Ano 2 - nº 5
Out e Nov de 2017
Edições anteriores
 
INFORMATIVO
Ano III - nº 220
Outubro 2017
Edições anteriores
REVISTA
Ano IV - Edição 2<br>Virtual 2017
Ano IV - Edição 2
Virtual 2017
Edições anteriores
 
 
          SELO ANUAL
52 anos<br />9 de setembro de 2017
52 anos
9 de setembro de 2017
Edições anteriores
SINAERJ - 39 ANOS
SINAERJ - 37 Anos
          SELO ANUAL
47 anos
9 de setembro de 2012
SELO ANUAL
52 anos<br />9 de setembro de 2017
52 anos
9 de setembro de 2017
Edições anteriores
SELO ANUAL
47 anos
9 de setembro de 2012
 
SINAERJ - 37 ANOS
SINAERJ - 37 Anos
 
Faça seu recadastramento online!
Mantenha sempre seus dados atualizados para que possamos enviar nossos informativos.
 
 Informativos Eletrônicos SINAERJ
Cadastre-se gratuitamente para receber nossos informativos eletrônicos e mantermos atualizado.
 
 
 
 
 
 

  Encaminhar      Impressão      RSS   

Adm. Ricardo Carvalho Barreto -

O meu sucesso é o seu sucesso



O colaborador de hoje não está comprometido diretamente com a empresa que ele trabalha, principalmente quando se trata de mão de obra não qualificada ou até mesmo aquelas funções que exigem certo nível de qualificação profissional, infelizmente não existe mais o “amor à camisa”. Vejo hoje no mercado que o profissional está em busca de salário, não está em busca de crescimento profissional, vejo pessoas que estão bem em determinada empresa, pede ou provoca sua demissão e alguns meses depois bate a porta do seu antigo empregador pedindo para voltar. Será que se ele não tivesse saído, já não estaria em uma condição melhor? Muitas vezes voltam por baixo e tem que conquistar novamente o seu espaço.

Percebo que as empresas não possuem políticas para reter seus talentos, mais difícil que uma boa matéria prima, mais difícil que um bom parque industrial, mais difícil que uma bela loja, mais difícil que uma boa frota, mais difícil que tudo isto é conquistar a confiança dos colaboradores que fazem funcionar uma empresa.

Se na sua empresa você tem um caminhão e só coloca óleo diesel no tanque para ele rodar, em pouco tempo ele vai parar de funcionar. Se você não fizer as manutenções necessárias ao bom funcionamento do caminhão, ele vai quebrar. Assim funciona com o seu colaborador, se você mensalmente paga o seu salário e não tem um programa de incentivo, não tem benefícios, não tem uma política de metas com premiações, não tem nada que o motive a se superar a cada dia, este colaborador em pouco tempo vai buscar esta motivação no mercado de trabalho.

Muitos empresários não investem em seus colaboradores com receio que ao atingirem a maturidade profissional, vá embora e tudo aquilo que foi investido vai por água abaixo. Será que esses empresários já pararam para pensar que todo negócio é um risco e que este risco também faz parte do negócio. Será que este empresário já parou para pensar que pode ser exatamente ao contrário? Ele pode conquistar a confiança e a lealdade do colaborador e ele passe a ser seu fiel escudeiro por muito tempo.

Não existe nada mais saudável para uma empresa do que uma equipe de colaboradores motivada, pronta para encarar os desafios do dia a dia, prontas para suar a camisa da empresa, vestir a camisa é fácil, qualquer um pode vestir, mas suar a camisa, somente aqueles que estão comprometidos com a empresa, somente aqueles que estão buscando seu crescimento profissional junto com o crescimento da empresa.

O colaborador precisa saber se a empresa que ele trabalha está atingindo suas metas de vendas, de produção, de faturamento, de redução de custos, de redução de acidentes, de redução de absenteísmo, de rotatividade de pessoal, dentre outros. Você só pode melhorar aquilo que é medido, se você mede já é um bom sinal, mas se guarda para você e fica na torcida para que os números mudem no mês seguinte, nada vai acontecer.

Esses números precisam ser divulgados e discutidos com a equipe, que tem que estar comprometida diretamente com a melhoria continua dos processos e consequentemente com o sucesso de sua empresa, que é deles também, que é a empresa que eles trabalham que é a empresa que eles buscam o crescimento profissional, que eles vibram com os sucessos e choram com os fracassos. É a empresa que quando um colaborador passa e vê uma luz acesa desnecessariamente, ele vai e apaga ao invés de pensar “o patrão é rico, a empresa é rica” ou “deixa acesa, quero mais que ele se dane”. Certamente este “colaborador” não está comprometido com a empresa. Certamente este “colaborador” não se sente dono do seu emprego.

No final de cada ano é salutar se reunir com a equipe e mostrar os resultados atingidos aos colaboradores que durante todo o ano se esforçaram para que o saldo fosse positivo. As vitórias precisam ser comemoradas, os pontos positivos precisam ser aprimorados, as metas precisam ser revistas e mais arrojadas, é preciso criar um estudo de caso para cada meta não atingida visando reverter à situação.

Você que trabalha para uma empresa, seja qual for o tamanho ou ramo de atividade, reflita e procure entender o que você está buscando para sua carreira profissional.

Você, empresário, reflita se você não está sendo egoísta com você mesmo e prejudicando o crescimento de sua empresa.

Adm. Ricardo Carvalho Barreto




 
 
 
Untitled Document
ENDEREÇO
Av. 13 de Maio, 13 - 8º andar
Centro, Rio de Janeiro / RJ
CEP: 20031-901

Tels.: 21 2262-3090 / 2532-2387
2533-9847 / 2262-3760

Copyright © 2012-2015.
SINAERJ - Sindicato dos Administradores no Estado do Rio de Janeiro.
Todos os direitos reservados.
   HOME   |   RECOMENDE-NOS   |   CONTATO     
 
Assessoria de Comunicação   Projeto & Desenvolvimento
AZIMUTT Business Intelligence Model