Sem saúde não se trabalha, portanto cuide da sua

Que o dia a dia não é mole para a grande massa dos trabalhadores brasileiros, todos já sabem. Também não é novidade para ninguém que ao fim de um dia inteiro de trabalho nem todas as tarefas a ele destinadas puderam ser realizadas. Resultado: muitas atividades ficam acumuladas para o dia seguinte.


Para um destacado número de trabalhadores é quase impossível produzir o exigido pela empresa em que trabalha, dedicar-se à vida pessoal, dispor de tempo para praticar esportes, se alimentar, dormir e etc.


A questão é: porque esse tema é tão discutido pelos trabalhadores atualmente? A resposta é simples: porque na vida moderna as empresas exigem cada vez mais resultadas de seus empregados.


Desta forma, a partir do momento que o trabalhador comece a se sentir prejudicado – ver que suas horas extras não estão sendo respeitadas e que principalmente a saúde comece a ficar debilitada – é de extrema importância que ele “pare”. O trabalhador não pode prejudicar o seu amplo rendimento, pois ao mesmo tempo em que é requerido na vida profissional, ele também é solicitado no meio social, familiar e em todas as outras áreas. Com toda a certeza, a falta de atenção aos exageros acabará trazendo sérios problemas.


É nesse contexto que o trabalhador acaba se expondo ao estresse e também a outras doenças, principalmente as psicológicas provenientes do pouco tempo restante para cuidar da sua vida particular e usufruir do necessário descanso e lazer.


Então, para fugir do acumulo de tarefa e das multifunções, o trabalhador deve programar as suas atividades da semana e organizar o seu tempo livre para a vida social, prática de esportes e outros. Para tanto, é necessário que ele saiba planejar e controlar as suas atividades profissionais de forma que consiga cumprir as suas obrigações no trabalho – somente elas – e também tenha tempo suficiente para curtir e aproveitar a sua vida pessoal. Assim fazendo, com toda a certeza ele conseguirá alcançar uma melhor qualidade de vida.


Vale lembrar que inúmeras empresas não estão nem aí para o bem-estar e saúde de seus trabalhadores, estando apenas preocupadas com a tão exigida produtividade do mundo moderno. Por assim ser, no caso específico desse tipo de empresa, cabe somente ao trabalhador a preocupação pela preservação de sua saúde e qualidade de vida. Então, olho vivo!

Author Description

Sinaerj

No comments yet.

Join the Conversation