Desemprego atinge 13 milhões de pessoas no primeiro trimestre de 2019

http://www.administradores.org.br/wp/wp-content/uploads/2019/05/desemprego1.jpghttp://www.administradores.org.br/wp/wp-content/uploads/2019/05/desemprego1.jpgDesemprego atinge 13 milhões de pessoas no primeiro trimestre de 2019

“Um novo começo” foi o que disse Jair Bolsonaro em todo período eleitoral para concorrer à presidência do País. No entanto, as medidas adotadas pelo atual governo pioraram drasticamente todos os setores da sociedade e, consequentemente, refletiu no índice de desemprego que só no primeiro trimestre de 2019 aumentou 10,2%, ou seja, atingindo 13,387 milhões de brasileiros. As informações foram divulgadas pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad).

A pesquisa também indica que o número de desalentos, pessoas que desistiram de trabalhar, alcançou recorde histórico de 44%, totalizando 4,8 milhões de pessoas. Além disso, o crescimento do mercado informal, com 466 mil pessoas, e do trabalho por conta própria, equivalente a 879 mil, aumentaram consideravelmente.

“O governo veio com a proposta de mudanças. Até agora só vimos o deterioramento dos direitos, mais desempregos, aumento da pobreza e desigualdade. Isso que está acontecendo é reflexo de um mandato que visa favorecer somente o empresariado e não ao povo. Se não lutarmos imediatamente, vamos ao fundo do poço em pouco tempo”, afirma Edson Machado, Presidente do Sinaerj.

Author Description

Sinaerj

No comments yet.

Join the Conversation