Desemprego bate recorde e é maior em 7 anos

http://www.administradores.org.br/wp/wp-content/uploads/2019/02/magnifying-glass-stack-coins-infographic-template_23-2147919141.jpgDesemprego bate recorde e é maior em 7 anos

Com o desgoverno de Temer e o nefasto comando de Bolsonaro, não é surpresa para ninguém que o desemprego tenha aumentado. Porém, desta vez, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) essa marca registrou sua maior alta dos últimos sete anos em 13 capitais do País em 2018, com uma taxa de 11,6%, equivalente a 12,2 milhões de brasileiros. 19 capitais também foram afetadas, com índice maior que a média nacional de 12,3% no ano passado.

As maiores taxas de desemprego foram em Amapá (19,6%), Bahia (17,4%) e Alagoas (15,9%). A proporção de trabalhadores que estavam na situação de desalento – pessoas com 14 anos ou mais que desistiram de procurar emprego depois de muitas tentativas – foi de 4,70 milhões, onde os estados da Bahia (804 mil pessoas) e Maranhão (512 mil) foram os que mais se destacaram.

O Brasil, diante do índice apresentado na pesquisa, passa por momentos críticos devido as reformas esquartejadoras e medidas escassas que somente prejudicam os milhões de brasileiros. “A taxa de desemprego é um reflexo do momento que estamos passando, e nada foi feito para que possa haver alguma melhoria. Até quando vamos ter essa situação tão frequente? Já são dois meses de mandato e nenhuma medida foi feita para reverter todos esses registros. Lamentável”, indigna-se Edson Machado, Presidente do Sinaerj.

 

Author Description

Sinaerj

No comments yet.

Join the Conversation