Brasil terá 12,7 milhões de desempregados no final de 2020, prevê OIT

http://www.administradores.org.br/wp/wp-content/uploads/2019/02/desemprego.jpgBrasil terá 12,7 milhões de desempregados no final de 2020, prevê OIT

No primeiro dia de posse, no Palácio do Planalto, 1º de janeiro, Jair Bolsonaro relatou que em seu governo a população teria “bons empregos”, assim como boas escolas, capazes de preparar os brasileiros para o mercado de trabalho. Já estamos na metade do segundo mês do ano, e até agora as medidas foram escassas visando esquartejamento aos direitos dos trabalhadores, aumento de desemprego e trabalhos informais.

Com o fim do mandato de Michel Temer, a reforma Trabalhista e a lei de terceirização irrestrita, a situação se agravou. Atualmente, o número de desempregados continua alto e cerca de 46% da população economicamente ativa do Brasil está no mercado informal, com salários baixos e poucos direitos. A tendência para o restante do atual governo é a precarização nas condições de trabalho no País.

Segundo a pesquisa “Perspectivas do Emprego e Questões Sociais de 2019” realizada pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), o governo Bolsonaro não será capaz de reverter os altos índices de desocupação e informalidade no mercado de trabalho e, segundo este levantamento, o cenário deve se estender por, no mínimo, mais dois anos. De acordo com os cálculos, o País terá cerca de 12,7 milhões de desempregados ao final de 2020.

Com leis e reformas que só desfavorecem a população, e que não dão garantia de empregos, o mercado informal e desemprego se tornam comuns, além de aumentar o nível de pobreza e desigualdade, provocam insegurança jurídica e econômica. “As novas medidas que estão sendo adotadas pelo governo são gatilhos para piorar a situação da população. O Bolsonaro e companhia visam apenas a lucratividade das classes superiores. Nem sequer pensam na sociedade e o que deve ser feito para retirar o País dessa conjuntura alarmante de desocupações e trabalho informal”, afirma Edson Machado, Presidente do Sinaerj.

Author Description

Sinaerj

No comments yet.

Join the Conversation