Empresas públicas correm mais riscos de privatização

http://www.administradores.org.br/wp/wp-content/uploads/2018/10/defender-as-empresas-publicas.jpgEmpresas públicas correm mais riscos de privatização

As empresas públicas brasileiras estão correndo risco de privatização. O resultado do segundo turno, que acontece no dia 28 de outubro, poderá reverter essa situação ou dar andamento à série de sucateamentos que vêm sendo promovidas pelo desgoverno de Michel Temer. Por isso, é importante que haja a conscientização de toda população brasileira na hora de votar.

Entre as propostas do candidato de extrema direita, Jair Bolsonaro (PSL), está a venda das estatais como a Eletrobras, Petrobras, Caixa Econômica Federal, entre tantas outras, dando assim, continuidade ao governo entreguista de Temer.

O candidato do PT, Fernando Haddad, já pensa de forma totalmente diferente, ele defende a suspensão da política de privatização. Para Haddad, o importante é investir nos concursos públicos e retirar a precariedade dos serviços. Além disso, pretende revogar o projeto de lei da PEC do Teto dos Gastos Públicos, que consiste em congelar despesas do governo por 20 anos, reduzindo investimentos em saúde e educação.

“Por isso, a relevância do voto consciente neste dia 28 de outubro. Precisamos votar em quem luta pelos nossos direitos e não em candidatos que buscam destroçar conquistas trabalhistas. Não podemos deixar que o nosso patrimônio seja entregue nas mãos privatistas, dando continuidade ao entreguismo do governo atual”, concluiu Edson Machado, Presidente do Sinaerj.

Author Description

Sinaerj

No comments yet.

Join the Conversation