Governo dá início a processo de privatização da Eletrobras

http://www.administradores.org.br/wp/wp-content/uploads/2018/07/Governo-dá-início-a-processo-de-privatização-da-Eletrobras-1.jpgGoverno dá início a processo de privatização da Eletrobras

O CPPI do governo federal (Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos da Presidência da República) aprovou a participação acionária da subsidiária da Eletrobras, Eletropar (Eletrobras Participações), no capital social da Eletropaulo (Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo SA). Os números de ações ordinárias da distribuidora de São Paulo chegam a aproximadamente 2 milhões. A decisão foi acatada conforme resolução publicada no Diário Oficial da União (DOU), no dia 3 de julho.

A determinação do governo Temer em vender as ações da Eletropar se deve ao objetivo de privatizar todas as estatais, entre elas, a Eletrobras. O plano do governo começou a ser executado com a privatização da Eletropaulo que foi comprada pela italiana Enel, por R$ 5,55 bilhões, em um leilão na B3, no dia 4 de junho. A partir dessa data, os acionistas que não tinham aderido à oferta pública de ações tiveram 30 dias para decidir pela adesão ou não.

“O governo Temer tem, aos poucos, conseguido dar andamento ao plano maquiavélico de entregar as empresas públicas para as mãos privatistas. Precisamos nos unir contra esse massacre”, convoca Edson Machado, Presidente do Sinaerj.

A Enel venceu o leilão da Eletropaulo com uma oferta de R$ 45,22 por ação, enquanto o lance da rival Neoenergia foi de R$ 39,53. A compra já tem a aprovação do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), mas ainda depende da autorização da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Author Description

Sinaerj

No comments yet.

Join the Conversation