Falta de políticas públicas e ataques aos trabalhadores resultam em maior índice de desemprego no País

http://www.administradores.org.br/wp/wp-content/uploads/2018/02/desemprego.jpgFalta de políticas públicas e ataques aos trabalhadores resultam em maior índice de desemprego no País

Desde 2012 o País não passava por uma onda desenfreada de desempregos. Segundo dados da Pnad Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), a taxa média anual de desemprego no Brasil subiu de 11,5% para 12,7% entre 2016 e 2017. A média de desempregados saltou de 6,7 milhões para 13,2 milhões, entre 2014 – ano em que a taxa de desocupação foi a menor (6,8%) – e 2017, o que resulta em um aumento de 97%.

A drástica e absurda mudança aconteceu exatamente no período em que o País viveu umas das maiores rupturas democráticas da história e, de lá até os dias de hoje, quem sofre são os trabalhadores. 3,3 milhões de postos de trabalho com carteira assinada foram perdidos e o número de trabalhadores informais aumentou 1,1 milhão de pessoas (4,8%), em 2017.

Além da redução dos postos de trabalho, houve ainda um achatamento dos salários dos brasileiros. Em janeiro de 2015, a remuneração dos admitidos equivalia 95% dos salários dos demitidos, enquanto que em dezembro de 2017, essa relação caiu para 87%. Há uma clara mudança nas prioridades deste atual governo, cujo propósito principal é beneficiar o mercado financeiro e retirar direitos dos trabalhadores.

O Presidente do Sinaerj, Edson Machado, pontua que o governo vendeu uma reforma para a população que geraria empregos, quando na realidade ela serve apenas para arrancar direitos e oferecer condições precárias de salário e trabalho. “O massacre aos direitos do trabalhador começou na data da posse do presidente Michel Temer e, de lá para cá, o ‘trem descarrilhou’. Com a aprovação da reforma trabalhista, foi criada a política do desemprego, das condições precárias e da desvalorização do trabalhador. A aprovação da reforma da Previdência será o ‘sepultamento’ da economia, renda e qualidade de vida das famílias brasileiras. Precisamos impedir mais essa tragédia”, convoca.

Author Description

Sinaerj

No comments yet.

Join the Conversation